segunda-feira, 7 de abril de 2014

30ª RT Do MTG/RS



PALESTRA

A Coordenadoria Regional da 30ª RT Do MTG/RS buscando qualificar cada vez mais Tradicionalistas de sua área de abrangência promoveu em data de 26/03/14 a palestra SER PATRÃO com o Tradicionalista Paulo Roberto Fraga Cirne autor do Livro “Ser Patrão”, o qual busca de maneira simples orientar formas de administrar e coordenar uma entidade Tradicionalista.Na foto anexa momento de confraternização entre Patrões/Coordenadoria Regional da 30ª RT e Palestrante nas dependências do CTG Porteira Velha







Carlos Moser
Coordenador 30ªRT Do MTG/RS
Cel: (051) 8592 3820

domingo, 23 de março de 2014

Editorial do Presidente - Um clube chamado MTG


De vez em quando o Movimento Tradicionalista Gaúcho se vê envolvido em polêmicas que brotam, invariavelmente, de interesses de ordem econômica por algumas pessoas que ao invés de servirem à tradição, se servem dela.

          A bronca do momento está na área do tiro de laço. Primeiro surge um grupo de “rebeldes”, descontentes com as regras que foram adotadas por vontade da maioria – claro que esses descontentes não são a maioria. Depois surgem os que têm o objetivo primordial de ter vantagem financeira. Com eles outro grupo se junta: aqueles que têm interesse político. Todos juntos formam um pequeno contingente que tem clareza nos seus objetivos, são bons de conversa, sabem usar os argumentos que lhes convém para ganhar a companhia de outros que acreditam até que Papai Noel existe.

          Não são muitos, mas são barulhentos e bem articulados. Eles transitam pelos gabinetes e “vendem” a ideia de que representam a maioria. Há quem lhes dê crédito, por boa fé ou por ver nisso a possibilidade de ter alguma vantagem.

           A pregação é clara e se traduz por algumas frases, como: “o tiro de laço deve ser considerado um esporte”; “como esporte o tiro de laço deve ser organizado por uma federação”; “na área do esporte há dinheiro sobrando no Brasil”; “nós, do novo sistema, somos os verdadeiros defensores dos laçadores”. Essas e outras pérolas estão sendo ouvidas nos rodeios e lidas nas redes sociais.

          Quando o MTG, pelas suas instâncias constituídas, se levanta e aplica o regulamento, eles empunham a Constituição e gritam forte: “temos o direito de ir e vir”; “não podem nos tirar o direito de fazer o que quisermos”; “vivemos numa democracia e exigimos nossos direitos”. Pois eles têm toda a razão, pois vejamos:

  1. O MTG é um clube, uma associação privada, que conta somente com associados voluntários, ou seja, não obriga ninguém e, assim, respeita o direito de ir e vir;

  2. O MTG defende vigorosamente o direito de escolha das pessoas. Somente participam dos seus quadros as entidades que desejarem e orienta a que cada entidade filiada somente mantenha nos seus registros as pessoas que livremente escolherem ser associados;

  3. O MTG decide tudo no voto. Tudo é discutido, a maioria vence e daí, surgem os regulamentos que, democraticamente, são elaborados e, da mesma forma, aplicados. Quem não concorda com os regulamentos podem procurar outras associações e se quiserem impor seus próprios regulamentos, criam suas próprias entidades.

Desta forma, me parece que ficamos bem entendidos. O MTG é uma associação composta de entidades livres que, por sua vez, conta com associados voluntários, com isso estabelece as suas próprias regras. É bom lembrar que, no momento que nos associamos a um clube qualquer, assumimos o compromisso de cumprir e fazer cumprir as normas do estatuto e dos seus regulamentos. No MTG até juramento se faz sobre isso.

Será que um clube de futebol, não filiado à FGF, pode participar do campeonato gaúcho? Será que um atleta não registrado na CBF pode jogar no Esporte Clube Passo Fundo? Será que um juiz registrado na FGF pode apitar o campeonato catarinense sem autorização da Federação Gaúcha?

Uma das regras definidas e consolidadas no artigo 29, inciso IX, do Regulamento Geral e reafirmada no artigo 100 do Regulamento Campeiro é a de que os filiados ao MTG não participam de eventos de entidades não filiadas e não permitem que não filiados participem dos seus eventos. É uma regra clara e que se impõe a todos.

Quem não concorda com a regra tem dois caminhos: cumpre e tenta mudá-la pelos caminhos legais, ou garante o seu “direito de ir e vir” e vai!


Manoelito Carlos Savaris Presidente
Presidente

quarta-feira, 12 de março de 2014

Resoluções do Conselho diretor do MTG





O Conselho Diretor do Movimento Tradicionalista Gaúcho reunido ordinariamente no dia 8 de março de 2014, na cidade de Canoas, na sede do DTG Morada de Guapos, decidiu expedir as seguintes resoluções:

   I.  Regulamentação do uso da “vaca mecânica” exclusivamente para treinos;
II.   Resolução autorizando a realização da FECARS de 2014 na data de 01 a 04 de maio e a liberação para a realização do rodeio de Glorinha (1ª RT) na mesma data;
III.  Resolução definindo a realização da Convenção Ordinária de 2014 na cidade de Caxias do Sul para temas exclusivamente campeiros e a autorização para a Diretoria Executiva convocar um Congresso e uma Convenção extraordinária;
IV.  Resolução fixando o local do Congresso ordinário de 2015, na cidade de Uruguaiana;
V.  Resolução criando oficialmente a 40ª Região Tradicionalista com o fim de filiar entidades tradicionalistas localizadas fora do território sul-rio-grandense;
VI.  Resolução criando a Fundo Especial Garantidor, constituído com valores decorrentes da “corretagem” dos seguros de rodeios e com a destinação de R$ 1,00 por cartão emitido pela Fundação Cultural Gaúcha-MTG;

Alem da expedição dessas resoluções, que serão disponibilizadas no site do MTG, ainda decidiu a respeito dos seguintes assuntos:

1.A respeito da participação do MTG-RS no evento nacional que será realizado pela CBTG, em fevereiro de 2015: 
a. O MTG participará nas três áreas (campeira, esportiva e artística) com o maior número possível de representantes com o claro objetivo de vencer todas as provas;
b. Os representantes das áreas campeira e esportiva serão selecionados da forma tradicional; 
c. Os representantes da área artística serão selecionados a partir de resultados obtidos nos rodeios selecionados e avaliados pelo Departamento Artístico do MTG e, na ausência destes, por tradicionalistas e grupos convidados;
d. Esta decisão de participação, especialmente na área artística, vale exclusivamente para o evento a ser realizado no estado de Santa Catarina em fevereiro de 2015.

2.A respeito do cartão tradicionalista:
a. Os cartões tradicionalistas expedidos a partir de 1º de maio passarão a ter validade de três anos, permanecendo o mesmo valor de R$ 15,00 por cartão; 
b. Cada Região Tradicionalista poderá, por decisão do seu encontro regional, definir valor diferente, desde que mantenha o repasse ao MTG do valor de R$ 12,00.
c. Atendendo à decisão da Convenção da CBTG, realizada em 22 de fevereiro de 2014, o Cartão Tradicionalista sofrerá alteração no seu formato (especialmente a cor), pois não mais será tratado como “cartão da CBTG”;
d. A atual administração do MTG pagará à CBTG o valor de R$ 2,00 dos cartões emitidos entre 1ª de janeiro de 2014 e 22 de fevereiro de 2014. Débitos anteriores não serão saldados nesta administração;
e. Para a participação do MTG no evento nacional, será efetuado o pagamento do valor de R$ 2,00 à CBTG, correspondentes ao cartão de cada participante;

3.Sobre as questões e denuncias de episódios envolvendo entidades filiadas ao MTG e a entidade não filiada, denominada Federação Gaúcha de Laço:
a. Todas as situações serão tratadas à luz dos regulamentos do MTG e dos regimentos internos dos seus departamentos;
b. As entidades filiadas ao MTG não poderão participar, promover, co-promover, ceder dependências ou de qualquer forma divulgar eventos e atividades da citada Federação do Laço;
c. Esta mesma vedação atinge os narradores e os juízes de rodeios credenciados, devendo os departamentos correspondentes adotarem as medidas recomendadas pelos respectivos regimentos internos;
d. Os episódios passados, especialmente as situações envolvendo rodeios realizados em Bom Jesus, Cambará do Sul, Fazenda Vila Nova e Santa Maria, serão averiguados, conforme determina o Regulamento Geral e depois serão adotadas as mediadas corretivas que eventualmente as situações recomendarem;

4.Sobre o Tchêncontro da Juventude Tradicionalista:
a. Será realizado no dia 29 de novembro de 2014 na cidade de Flores da Cunha, 25ª RT;
b. A vice-presidência de Cultura, com o Departamento Jovem, providenciará para que o evento seja um grande encontro da juventude e não uma competição entre a juventude tradicionalista, cumprindo os objetivos da sua origem.

5.Criação e realização do Festival Gaúcho de Danças – FEGADAN
a. Foi aprovada a criação do FEGADAN, em caráter experimental, com a finalidade de realizar um festival exclusivamente de danças, para as categorias mirim, juvenil, adulta, veterana e xiru;
b. A avaliação será segundo critérios de regulamento que está em elaboração, seguindo orientação de Paixão cortes para a forma de dançar as danças tradicionais;
c. O evento será realizado ainda em 2014, em data e local a ser definido pela Diretoria e sob a coordenação do subdiretor especial de danças, Toni Pereira.

6.Definição de novos Conselheiros Horários e Beneméritos:
a. Por indicação do Conselheiro Vaqueano Benjamim Feltrin Neto, foram aprovados os nomes dos senhores Adelar Bertussi Siqueira e Telmo de Lima Freitas para receberem o título de Conselheiro Honorário do MTG;
b. Por indicação da Diretoria do MTG foi aprovado o nome do senhor Ivo Benfatto para receber o título de Conselheiro Benemérito do MTG;
c. As entregas dos títulos serão realizadas no dia 25 de outubro, em Lagoa Vermelha, por ocasião das festividades alusivas aos 48 anos de existência do MTG.


Manoelito Carlos Savaris
Presidente do MTG

Rogerio Bastos
Assessor de Comunicação Social do MTG
Fotos: Rogério Bastos

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Carnaval com Os Monarcas


No carnaval existe uma leva de gente que ama cair na folia, outra que busca exatamente o contrário: Refugiar-se em lugares sossegados e longe dos tamborins. Mas, ainda há outro público, que também quer se divertir, porém em um ritmo bem diferente onde quem faz o papel de comissão de frente são as gaitas e a música fandangueira. Para o conjunto de baile gaúcho Os Monarcas, de Erechim (RS), o carnaval é sempre bem gaudério. De sexta até segunda-feira, o grupo estará animando fandangos em cidades do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e Paraná. Com mais de 40 anos de estrada, há muito tempo o conjunto tem trabalhado com a agenda de carnaval repleta de fandangos e com contratados fechados há mais de um ano. E será, com muita vaneira, chamamé, xote e valsa que muitos curtirão o carnaval deste ano. E sempre, é claro, no bom e velho “trancão” d´Os Monarcas.

Diretoria do MTG recebida pelo Governador




A diretoria do Movimento Tradicionalista Gaúcho, cumprindo agenda da tarde do dia 25 de fevereiro, esteve reunida no Palácio Piratini para audiência com o Governador do estado, Tarso Genro. Estiveram presentes, também, o Secretário Adjunto da cultura,  Jéferson Assumção, o Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (STDS), Luis Augusto Lara, e o vereador professor Goulart.
O governador Tarso Genro recebeu o presidente Manoelito Carlos Savaris, o vice-presidente de administração, Nairoli Callegaro, o vice de eventos, José Roberto Fischborn, o vice de finanças, Gerson Luis Ludwig, a vice de cultura, Elenir Winck, o diretor campeiro, José Araújo, o vice-presidente da FCG, Gustavo Bierhals, e o diretor de comunicação do MTG, Rogério Bastos. Acompanharam seus esposos, Odila Paese Savaris, diretora de Cursos do MTG e Edna Fischborn, acompanhando sua esposa Elenir, Ciro Winck.
         Savaris agradeceu a recepção do governo do estado, agradeceu ao conselheiro honorário do MTG, o secretario Lara, colocando o MTG a disposição do governo do Rio Grande do Sul.
Como pauta da visita, o presidente do MTG entregou o documento com algumas solicitações, bem como, o convite para o governador estar presente na abertura da Festa Campeira do Rio Grande do Sul, a FECARS e do ENART 2014.
         Fez parte também das solicitações uma atenção especial do governo do estado, através das secretarias de cultura e turismo, quanto à representação do estado na festa nacional, em Santa Catarina, no ano de 2015.

Rogério Bastos
Assessoria de Imprensa MTG

Desfile temático - Acontece o 1º encontro


           Na noite de terça, 25 de fevereiro, aconteceu o primeiro encontro para tratar do desfile temático da capital gaúcha.
          Foi apresentado o novo coordenador artistico, Célio da Rosa de Oliveira, 49 anos, professor de educação física, formado no IPA, em 1988. Começou no tradicionalismo através de um curso de danças gaúchas na Fundação Cultural de Canoas em 1986. No mesmo ano começou a participar do CTG Lanceiros da Zona Sul, na capital, onde foi campeão do ENART.
      Também foi apresentado o tema: "Eu sou do sul" - de autoria de Odila Paese Savaris 


Rogério Bastos
Assessoria de Imprensa MTG

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

FECARS será em maio na cidade de Viamão


                                                    Reunião geral do MTG
                                                       Vice Prefeito Andre Pacheco
                                                 Manoelito Savaris presidente MTG 
A Festa Campeira do estado do Rio Grande do Sul, acontecerá o mês de maio, de 1º à 4, no sindicato rural de Viamão. A confirmação aconteceu na reunião extraordinária, de coordenadores e demais departamentos, na sede da 1ª região Tradicionalista, no dia 1º de fevereiro. Por concordância dos coordenadores regionais e diretores campeiros das regiões, e com a parceria da Prefeitura Municipal de Viamão, na pessoa do Prefeito em exercício, Andre Pacheco, e da secretaria de cultura, Gilmara Postigloni.
        Um evento histórico aconteceu no sábado, dia 01, pois pela primeira vez 30 coordenadores estiveram presentes com seus departamentos, afim de afinar o planejamento com a diretoria do MTG.

Foram marcadas as datas e locais das inter-regionais e final do ENART, bem como o concurso de prendas e peões do estado do Rio Grande do Sul.

15 e 17 – quinta a Sábado - 44ª Ciranda Cultural de Prendas - Santa Maria
11 e 12 – abril - Sexta a Sábado - 26º Entrevero Cultural de Peões - Giruá
2 e 3 agosto  - Sábado e Domingo - 1ª INTER-REGIONAL DO ENART - CAMAQUà- 16ªRT
16 de agosto - Sábado - ACENDIMENTO DA CHAMA CRIOULA – CRUZ ALTA - 9ª RT
30 e 31 - Sábado e Domingo - 2ª INTER-REGIONAL DO ENART - IJUÍ - 9ªRT
27 e 28  setembro - Sábado e Domingo - 3ª INTER-REGIONAL ENART - URUGUAIANA - 4ª RT
11 e 12 – outubro - Sábado e Domingo - 4ª INTER-REGIONAL DO ENART – CACHOERINHA - 1ªRT (A confirmar)
14 a 16 – novembro - Sexta a Domingo - FINAL DO ENART Santa Cruz do Sul

Fotos: Rogério Bastos 
fonte: Rogério Bastos
Assessoria de Imprensa do MTG

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Chega ao fim a 15ª Cavalgada da Costa Doce






 
 
 
 
A 15ª Cavalgada Cultural da Costa Doce chega ao fim, mas não as amizades reencontradas, ou as novas amizades seladas, também os aprendizados e alegria de cavalgar a beira da Lagoa dos Patos, cultivando as tradições neste torrão gaúcho. Foram percorridos 300 km entre Guaíba e Pelotas, 
 
desbravando por 10 dias os antigos caminhos percorridos em nossa Costa Doce, resgatando a história dos gaúchos pampeiros, das charqueadas e da Revolução Farroupilha.

Foi uma cavalgada especial para a Associação dos Cavaleiros da Costa Doce, pois completou-se 15 anos de cavalgadas, sem falhar nenhum ano, e nesta tiveram acontecimentos e fatos que devem ser destacados:

- Um ótimo número de cavaleiros, no total em torno de 120 cavaleiros passaram pela cavalgada.

- Cavaleiros da mais alta qualidade, não somente sobre o cavalo, mas também na conduta, no caráter e na comunhão das melhores qualidades campeiras e cidadãs.

- Os Correios nos homenagearam com um selo comemorativo da 15ª CCCD.

- Uma linda homenagem ao seu Carlos Gonçalves e sua esposa Neli pela organização da cavalgada por tantos anos.

- Cavaleiros de inúmeras cidades gaúchas, mas também de Santa Catarina, Paraná e Pernambuco, Alemanha, Suíça e Uruguai erradicados no Brasil.

- Belas recepções nas cidades, CTGs, entidades e fazendas que passamos.

- Muitos visitantes, amigos e parentes que acompanharam cada trecho.

Outro detalhe chamou a atenção nesta edição, e não foi o calor recorde, mas sim a bravura destes cavaleiros que não deixaram se abater pelas altas temperaturas e percorreram bravamente todos os caminhos, recarregando suas forças nos seus eficientes apoios.

Aproveitando para frisar o grande apoio dado em nossos eventos pelas comunidades locais que permitiram a garantia de nosso repouso, assim como empresas e entidades apoiadoras.
Por fim a cavalgada percorreu em seu último dia a Lagoa Pequena, trecho entre a Ilha da Feitoria e a Colonia Z3 em Pelotas. Uma região onde se percorre por dentro da lagoa, juncais e atoleiros, deixando para o final a parte mais mais aventureira. Depois de vencido os obstáculos foram recebidos pela comunidade da Z3 com um carreteiro para confraternizarem e se despedirem e renovarem os votos as 2015 estarem todos juntos novamente, pois a cada ano a natureza muda e assim mudam as trilhas e as paisagens que percorrem.



Jeândro Garcia - Coordenação de comunicação online
51 99434742