sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Ritmo intenso de trabalho no Acampamento Farroupilha


Mais de 300 entidades tradicionalistas, entre CTGS, DTGs e piquetes estão ultimando os preparativos para a realização de mais um Acampamento Farroupilha em Porto Alegre. O evento acontece de 7 a 20 de setembro no Parque da Harmonia, apresentando uma programação artística, cultural e campeira. A exemplo do ano passado, o Turismo de Galpão levará para o público dezenas de oficinas que ensinarão sobre as práticas do gaúcho, nas áreas gastronômica, de lida campeira e também folclórica.
O evento é realizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Governo do Estado e integra a programação dos Festejos Farroupilhas, que neste ano tem como tema ‘O Campeirismo Gaúcho e os 180 anos da Revolução Farroupilha’. Para a edição deste ano, são esperados entre 900 mil e 1 milhão de visitantes.
Uma das novidades deste ano é a realização da Rua dos Bailes, concentrando 15 entidades que realizam os bailes abertos, favorecendo assim a segurança e o policiamento do local. Outra novidade é um mirante, em fase de construção, que possibilitará uma ampla visão das instalações do acampamento.
Segundo o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Manoelito Savaris, os festejos farroupilhas são ansiosamente esperados por todos os tradicionalistas a cada ano. Os preparativos iniciam em janeiro, quando é realizado o congresso anual que, entre outras diretrizes, estabelece o tema a ser trabalhado. “Tanto no acampamento como nos desfiles fica evidente o quanto nossa história orgulha ao povo gaúcho e se mantém viva, inclusive nos corações de quem não está diretamente envolvido com algum CTG, DTG ou outra entidade que tenha como objetivo principal a preservação dos nossos costumes”. Segundo Savaris, passear com a família no acampamento, rever amigos, ter uma conversa larga enquanto roda o chimarrão, saboreando uma costela, são momentos de integração de tradicionalistas e sociedade.
Atualmente, a fase é de construção dos galpões das entidades no acampamento farroupilha. Até o dia 04 de setembro deverá estar tudo pronto para receber o público.

Foto: Sandra Veroneze


FONTE: Sandra Veroneze - MTG

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Desfile temático aborda o Campeirismo e os 180 anos da Revolução Farroupilha, no dia 20 de setembro

                                                TEATRO A CÉU ABERTO





Uma das grandes atrações dos Festejos Farroupilhas de 2015 será o Desfile Temático. O evento, a exemplo do ano passado, acontece na manhã do dia 20 de setembro, juntamente com os desfiles Cívico e Tradicional.
A Fundação Cultural Gaúcha e o Movimento Tradicionalista Gaúcho, responsáveis pela iniciativa, estão mobilizados com aproximadamente 1.400 voluntários, artistas amadores, distribuídos em dez invernadas, para apresentar a teatralização do tema "O Campeirismo e os 180 anos da Revolução Farroupilha".
No total, 10 coreógrafos coordenam o espetáculo de teatro a céu aberto de cada uma das invernadas. O trabalho iniciou em março, com ensaios e produção de elementos cênicos e figurinos.
Pelo segundo ano, consecutivo, o desfile temático ocorrerá antes do desfile tradicional com música tema, composição e execução de Alexandre Brunetto e grupo.
Os voluntários integram CTGs, DTGs, Piquetes e Grupos ligados ao tradicionalismo gaúcho.
O desfile inicia às 9h, no dia 20 de setembro, na Avenida Edivaldo Pereira Paiva, e será transmitido pela TV Tradição, ao vivo, pela internet.
O público terá acesso gratuito às arquibancadas e espera-se reunir mais de 12 mil (que consta no projeto) pessoas na avenida.

As invernadas
1ª Invernada: Os Vultos da Revolução
2ª Invernada: A Colonização
3° Invernada: O Manejo da lide campeira
4° Invernada: O Galpão Crioulo
5° Invernada: O Comércio do Charque e a cutelaria
6° Invernada: As Carretas e a Tropeirismo
7° Invernada: O homem do Campo na Guerra
8º Invernada: A Mulher Riograndense
9º Invernada: Revolução Farroupilha
10º Invernada: A Proclamação da Paz


Foto Ricardo Barcellos, edição 2014

fonte: Sandra Veroneze - MTG

Inicia construção dos galpões das entidades no Acampamento Farroupilha





O trabalho de construção dos galpões do 28º Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, foi intenso no final de semana. Os portões do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho abriram cedo, no sábado, para receber as equipes.
No total, são aproximadamente 360 entidades participantes, que têm até o dia 4 de setembro para deixar tudo pronto. O Acampamento abre oficialmente ao público no dia 7 de setembro e a programação se estende até o dia 20 de setembro.
O tema dos festejos farroupilhas deste ano é ‘Campeirismo Gaúcho e sua importância Social e Cultural’.

Foto: Sandra Veroneze 
fonte: Sandra Veroneze

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Chuí sediou distribuição da chama crioula


O município de Chuí, na divisa com o Uruguai, foi palco na manhã de sábado, 15 de agosto, da distribuição da Chama Crioula para as 30 regiões tradicionalistas do Rio Grande do Sul. Centenas de pessoas enfrentaram o frio e prestigiaram o evento, que é um dos pontos altos dos festejos farroupilhas, a cada ano. 
Em 2015, pela primeira vez, o acendimento foi internacional. A chama veio conduzida pela Ordem dos Cavaleiros desde Colônia de Sacramento, onde ela foi acesa no dia 12 de julho. No percurso até o Chuí, participou de atividades em Montevideo e também no forte de Santa Teresa, no Uruguai. 
O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Manoelito Savaris, em seu discurso evidenciou a relevância histórica do acendimento internacional da chama, destacando que o gaúcho surgiu antes mesmo do Rio Grande do Sul.

Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

FIM DO ACAMPAMENTO NO HARMONIA?



Vereador de Porto Alegre apresenta projeto transferindo o acampamento farroupilha do Parque da Harmonia para o Porto Seco. Leiam, abaixo, os seus intentos: 


PROC. NO 0247/15
PLL NO 021/15

PROJETO DE LEI

Estabelece que desfiles e paradas de caráter civil, militar ou folclórico, bem como festas da cultura popular, sejam realizados no Complexo Cultural do Porto Seco e determina que, para esse fim, sejam disponibilizadas estruturas permanentes nesse local.

Art. 1 0 Fica estabelecido que desfiles e paradas de caráter civil, militar ou folclórico, como os alusivos ao Carnaval, à Semana da Pátria e à Semana Farroupilha, bem como festas da cultura popular, sejam realizados no Complexo Cultural do Porto Seco.

Art. 20 Para o fim do disposto no art. 1 0 desta Lei, deverão ser disponibilizadas estruturas permanentes no Complexo Cultural do Porto Seco.

Art. 30 As despesas decorrentes da aplicação desta Lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias.

Art. 40 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PROC. NO 0247/15
PLL NO 021/15

EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

A construção da pista de eventos do Complexo Cultural do Porto Seco tinha como ideia inicial a construção de um palco adequado ao Carnaval. O local escolhido, inicialmente, foi o Parque Marinha do Brasil. Não houve restrições dos tradicionalistas, uma vez que o local seria usado também para os desfiles alusivos ao 20 de Setembro, mas houve pessoas que foram contrárias à obra e que, inclusive, acionaram a Justiça, para impedir a construção naquele local. Outra possibilidade estudada foi a sua construção no Bairro Humaitá, que também encontrou a resistência de algumas pessoas. Finalmente, a pista de eventos estabeleceu-se no Porto Seco, na Zona Norte, com total apoio da comunidade, sendo realizado, em 2004, o primeiro desfile oficial do Carnaval de Porto Alegre.

Contudo, a estrutura temporária — montada e desmontada a cada Carnaval — é uma situação que desagrada aos usuários do espaço. Em função disso, decorrem outros problemas. A ausência da obra definitiva faz com que não haja segurança durante o ano, o que permite a ação de vândalos e saqueadores. Para restaurar a parte elétrica dos barracões, a fim de deixá-los em condições de uso, com extintores e demais itens exigidos pelo Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndio — PPCI —, o qual foi concedido mediante liminar judicial, a Prefeitura gastou trezentos mil reais em 2014. Soma-se a esse valor o custo de 3 milhões de reais anuais referentes à colocação e à retirada das arquibancadas. Juntas, essas cifras representam, pelo menos, 30 milhões de reais em uma década, valor que seria suficiente para iniciar a Obra das estruturas permanentes. 

Ainda, nas imediações do Complexo Cultural do Porto Seco, há prostituição e uso de drogas, trazendo degradação à região, o que demonstra a exclusão e a marginalização dos admiradores e frequentadores do Carnaval de Porto Alegre.

Diante disso, apresenta-se o presente Projeto de Lei, que determina que desfiles e paradas de caráter civil, militar ou folclórico no Município de Porto Alegre sejam realizados no Complexo Cultural do Porto Seco, visando a incentivar a inclusão social, a socialização dos espaços culturais e a economia, o que será fomentado com a construção de estruturas permanentes para a realização de atividades, bem como a valorizar a área do Complexo Cultural do Porto Seco e de suas imediações. Nesse sentido, sua aprovação manterá a cultura de vanguarda de coesão social e democrática de nosso Município, que é conhecida no mundo inteiro.

Diante disso, esperam-se a compreensão e o apoio dos nobres colegas vereadores de nosso Município.

VEREADOR CLÁUDIO JANTA

FONTE: BLOG LÉO RIBEIRO 






quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Distribuição da Chama Crioula será neste sábado, 15 de agosto



O calendário tradicionalista gaúcho assinala para o próximo sábado, 15 de agosto, um dos eventos mais importantes do ano: a distribuição da Chama Crioula. O evento acontecerá no Chuí, município gaúcho que faz divisa com o Uruguai, a partir das 10h.
No local, estarão representadas as 30 regiões tradicionalistas do Rio Grande do Sul, que recepcionam a cavalgada que traz a chama crioula do Uruguai, posto que foi acesa na Colônia de Sacramento, no dia 12 de julho, com a presença de representantes do tradicionalismo do Brasil, Argentina e Uruguai.
A distribuição da Chama Crioula dá início aos Festejos Farroupilhas, comemorados em praticamente a totalidade dos municípios gaúchos, com programação cultural, histórica, artística e campeira. Neste ano, o tema adotado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho é ‘O Campeirismo Gaúcho e sua Importância Social e Cultural’. O Patrono dos festejos é o Padre Amadeu Canellas.
Segundo o presidente do MTG, Manoelito Savaris, a mobilização nos municípios, a partir dos CTGs principalmente, é expressiva. “Os preparativos costumam iniciar já em janeiro e o trabalho é sempre no sentido de avivar o orgulho pela nossa história e tradição”, afirma.

Histórico da Chama
No ano de 1947 foi criado em Porto Alegre, no Colégio Júlio de Castilhos, um Departamento de Tradições Gaúchas, com o objetivo de resgatar, preservar e proporcionar a revitalização das coisas tradicionais do Rio Grande do Sul, através da história gaúcha. Naquele momento, um grupo de jovens do colégio manifestou o desejo de fazer, de a cavalo, o acompanhamento dos restos mortais do General Farroupilha, David Canabarro, que era transladado ao Panteão Rio-grandense no cemitério da Santa Casa de Misericórdia. O ato ocorreu em 5 de setembro, com oito jovens a cavalo. Dois dias depois três daqueles jovens (Paixão Cortes, Cyro Ferreira e Fernando vieira) também de a cavalo retiraram uma centelha do Fogo Simbólico da Pátria, a meia noite do dia 7, acendendo o candeeiro crioulo que foi  guardado no Colégio Julio de Castilhos, dando origem à Chama Crioula, que simboliza o apego do gaúcho à sua terra, o seu nativismo, seu telurismo. A Chama Crioula traz em si o reconhecimento que temos pela história e pela trajetória social do gaúcho. Desde então, o acendimento e distribuição da chama crioula se repete anualmente.

Foto: Pedro Couto. Cavalgada que traz a chama do Uruguai no forte de Santa Teresa


Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

CTG M'BORORÉ É TRI CAMPEÃO JUVENART !!


PARABÉNS CTG M'BORORÉ

TRI CAMPEÃO DO JUVENART 
- 2013 - 2014 - 2015


Juvenart 2015 - resultado

1º Lugar - CTG M'Bororé
2º Lugar - CTG Gildo de Freitas 
3º Lugar - CPF Piá do Sul 
4º Lugar - CTG Coronel Chico Borges 
5º Lugar - CTG Guapos do Itapuí

Créditos da foto: Leandro de Araújo Fotografia

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Abertas inscrições para Curso de Novos Instrutores de Danças Tradicionais


O Movimento Tradicionalista Gaúcho abriu inscrições, até o dia 21 de agosto, para o Curso de Novos Instrutores de Danças Tradicionais. O evento acontecerá nos dias 29 e 30 de agosto, das 9 às 18h, na sede da 1ª Região Tradicionalista, no Bairro Tristeza, em Porto Alegre.
Os pré-requisitos são ter conhecimento (noção) de todas as danças, idade mínima de 18 anos e ter feito o curso de formação tradicionalista (Cfor Básico).
O curso é desenvolvido com palestras, dinâmicas e provas escrita e pratica, versando sobre  o Regulamento Geral do MTG, Regulamento Artístico do RGS, Indumentária e Danças Tradicionais.
O investimento é R$ 200,00. As vagas são limitadas.
Mais informações podem ser obtidas pelo email cursos@mtg.org.br.


Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa MTG