sábado, 27 de setembro de 2008

As Guerras dos Gaúchos


As Guerras dos Gaúchos

História dos conflitos do Rio Grande do Sul



Com o objetivo de reunir a trajetória de lutas da gente do Rio Grande do Sul, o Grupo Gerdau, a Ipiranga e o BRDE lançam, na próxima segunda-feira, 29 de setembro, no Museu Julio de Castilhos, o livro As Guerras dos Gaúchos – História dos conflitos do Rio Grande do Sul. A obra coletiva reúne 23 consagrados analistas discorrendo sobre 24 guerras que envolveram o Estado desde o período colonial até sua participação em grandes conflitos que agitaram a nacionalidade brasileira nos séculos XIX e XX. Organizado pelo historiador Gunter Axt e com coordenação editorial de Marília Ryff-Moreira Vianna, a obra é um esforço pioneiro de sistematização da história secular das guerras dos gaúchos.

O livro As Guerras dos Gaúchos está dividido em duas partes: a primeira traz 23 capítulos sobre conflitos específicos, como “A Guerra da restauração do Rio Grande – 1774 – 1776”, “Os Mucker – 1874”, “A Revolução de 1923”, “A queda de Jango em POA – 1924”, entre outros; na segunda parte são abordados temas transversais recorrentes a vários conflitos, tais como o cotidiano nos acampamentos militares, a hierarquia do Exército, da Aeronáutica e Naval, a importância do cavalo na guerra e os armamentos de insurreição.

Entre os destaques do livro, A Guerra dos Farrapos (1835 – 1845), escrito pelo historiador americano Spencer Leitman, e A grande marcha de 1924 – A Coluna Miguel Couto / Luis Carlos Prestes, redigido pelo jornalista Domingos Meirelles. Antônio Gonçalves Meira, Blau Souza, Carlos Reverbel, César Pires Machado, Cláudio Moreira Bento, Coralio Bragança Pardo Cabeda, Diorge Alceno Konrad, Fabricio Prado, Genivaldo Gonçalves Pinto, Gunter Axt, Helga Landgraf Piccolo, Hélio Leôncio Martins, Jorge Ferreira, Luiz Ernani Caminha Giorgis, Maria Amélia Schimidt Dickie, Miguel do Espírito Santo, Núncia Santoro de Constantino, Paulo Brossard de Souza Pinto, Paulo Flores Pinto, Renê Gertz, Sandra Jatahy Pesavento e Tau Golin completam o time de especialistas.

Na ocasião do lançamento o livro custará R$ 90,00. Nas livrarias, após o lançamento, será R$ 136,00.





O QUÊ: Lançamento do livro As Guerras dos Gaúchos – História dos conflitos do Rio Grande do Sul (Editora Nova Prova, 524 páginas) organizado por Gunter Axt e com coordenação editorial de Marília Riff-Moreira Vianna. Patrocínio do Grupo Gerdau, Ipiranga e BRDE.

QUANDO: segunda-feira, 29 de setembro, a partir das 19h, para convidados.

ONDE: Museu Júlio de Castilhos (Rua Duque de Caxias, 1205 e 1231).

INFORMAÇÕES: 51 3013-4162

2 comentários:

Riciely Justo disse...

Ótima dica de leitura!

à venda disse...

Este tema me instiga. Depois de algumas pesquisas acabo de lançar de forma independente um romance intitulado “O Caminho da Bala”, que é ambientado na Porto Alegre de 1837, cercada e bombardeada pelos líderes farroupilhas. Diferentemente do Juremir, não busco uma revisão da história, quero apenas contá-la sob uma outra ótica, a dos portoalegrenses que não aderiram ao movimento épico riograndense. No romance utilizo-me de personagens reais, como o Major Marques de Souza, futuro Conde de Porto Alegre e libertador da cidade, do professor Coruja, erroneamente homenageado na cidade com a rua Comendador Coruja, Gaspar Menna Barreto, Libânio Pereira, Dr Landel, dentre outros. O personagem ficcional Antônio Madeira conduz a trama. “O Caminho da Bala” tem na Palavraria, Vasco da Gama, 165, e no blog carlosraimundopereira.blogspot.com, discorro sobre o assunto.