domingo, 25 de agosto de 2013

Oraca do Itapororó e Cadejo da Maior vencem a final do Freio de Ouro 2013

Chuva e frio não deram trégua no Parque de Exposições Assis Brasil

 na tarde de domingo


Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
Cadejo da Maior conquistou Freio de Ouro entre machos

Os crioulistas já estão habituados com o frio e a chuva durante as finais do Freio de Ouro: em 32 edições, o mau tempo só não se fez presente em três delas. Em 2013, o clima também não deu trégua e realçou o tradicionalismo da prova com a tradição da pista embarrada e das arquibancadas lotadas do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), durante a Expointer. Liderando desde o primeiro dia de competição, Oraca do Itapororó com o ginete Fábio Teixeira da Silveira garantiu o Freio de Ouro entre as fêmeas, com 23,319 pontos de média final. Nos machos, com 21,826 pontos, Cadejo da Maior com Daniel Teixeira levaram o troféu para casa.
Até a final, foram 12 etapas classificatórias, dez no Brasil, uma na Argentina e outra no Uruguai. Dos 311 mil animais registrados na ABCCC, 1854 participaram das credenciadoras e classificatórias do Freio de Ouro. Entre quinta, dia 22, e sábado, dia 24, foram realizadas as provas preliminares, que apontaram os 28 mais bem pontuados, 14 machos e 14 fêmeas, para disputar a decisão deste domingo.
A forte chuva que atinge a região de Esteio, no Rio Grande do Sul, fez com que a solenidade de abertura do Freio de Ouro 2013 fosse cancelada. Com isto, a programação do cavalo crioulo foi reajustada: a Mangueira iniciou com meia hora de antecedência, trazendo muita emoção ao público. Oraca do Itapororó manteve o primeiro lugar conquistado desde a morfologia, sendo acompanhada, com alguma distância nas médias, por AS Malke Ranchagua e Respeitada da República. Entre os machos, apesar de Cadejo da Maior manter a primeira colocação, houve grande alternância de posições. Destaque da Maior saltou da sétima para a segunda colocação e Desafio de Santa Edwiges saiu da sexta para a terceira.
A pista pesada e embarrada provocou a primeira baixa na Bayard-Sarmento. Aldo Vendramin, proprietário da Divisa de Los Campos, decidiu tirar a égua da competição a fim de preservar a saúde do animal. Na pista, AS Malke Rancagua diminuiu a diferença para Oranca do Itapororó, que permaneceu na primeira colocação. Entre os machos, Cadejo da Maior permaneceu na liderança, cada vez mais ameaçados por Desafio de Santa Edwiges e Destaque da Maior, ambos em ótima prova de recuperação.
Na paleteada, Oraca do Itapororó e AS Malke Rancaguá fizeram uma paleteada perfeita em dupla, confirmando os Freio de Ouro e Prata, respectivamente. Entre os machos, a dupla Destaque da Maior e Campana Reboliço, penúltima a correr, desempenhou mal na prova e cedeu posição a Buzzo da Maya. Cadejo da Maior e Desafio de Santa Edwiges garantiram as primeiras colocações.
A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) destacou dois trios de jurados para a final: Eduardo Móglia Suñe, César Augusto Hax e Vinícius Freitas (fêmeas) e André Narciso Rosa, Daniel Mello e Sandro Amaral (machos).
Daniel Teixeira, além do Ouro com Cadejo da Maior, conquistou o título de Ginete do Ano.
– As coisas deram muito certo e o Cadejo me trouxe esse título. É um cavalo que sempre mostrou as qualidade. Ele se superou mais uma vez, correndo na pista pesada – comentou.
Antonieto Rosa conquistou o título de Domador do Ano 2013, encerrando as premiações do ciclo.
Resultado
Fêmeas
Freio de Ouro
Oraca do Itapororó
Criador: Nestor De Moura Jardim Filho, Itaqui (RS)
Expositor: Aldo Vendramin
Estabelecimento: Estância Vendramin, Palmeira (PR)
Domador: Antonieto Rosa
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira
Credenciadora: Camaquã (Média: 21,869)
Classificatória: Camaquã (Média: 21,929)
Nota final: 23,319
Freio de Prata
AS Malke Rancagua
Expositor: José Schutz Schwanck
Estabelecimento: Cabanha Malke, Uruguaiana (RS)
Domador: Neimar de Deus
Ginete: Gabriel Marty
Credenciadora: Lagoa Vermelha (Média: 20,377)
Classificatória: Cruz Alta (Média: 20,562)
Nota final: 22,410
Freio de Bronze
La Rinconada Golosa
Criador: Eduardo Tamayo Ordenes, Rancagua
Expositor: André Luiz Narciso Rosa
Estabelecimento: Estância Guapuruma, Navegantes (SC)
Domador: Jair Silveira Lemos
Ginete: Lindor Collares Luiz
Credenciadora: Carazinho (Média: 18,923)
Classificatória: Bocal De Ouro (Média: 21,310)
Nota final: 21,180
Machos
Freio de Ouro
Cadejo da Maior
Criador: André Ricardo Souto Maior, Lages (SC)
Expositor: Santo Izidro E Ouro Fino Crioulos
Estabelecimento: Cabanha Santo Izidro/Ouro Fino, Santa Maria (RS)
Domador: Vilmar Figueiredo
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Credenciadora: Balsa Nova (Média: 20,205)
Classificatória: Bocal De Ouro (Média: 21,838)
Nota final: 21,826
Freio de Prata
Desafio de Santa Edwiges
Criador: Daniel Anzanello, Porto Alegre (RS)
Expositor: Cássio Souza Bonotto
Estabelecimento: Cabanha Itaó, Santiago (RS)
Domador: Claudio Dos Santos Fagundes
Ginete: Claudio Dos Santos Fagundes
Credenciadora: Balsa Nova (Média: 19,355)
Classificatória: Londrina (Média: 19,939)
Nota final: 20,699
Freio de Bronze
Buzzo da Maya
Criador: Zuleika Borges Torrealba, Rio De Janeiro (RJ)
Expositor: Zuleika Borges Torrealba
Estabelecimento: Cabanha Da Maya, Bagé (RS)
Domador: Luiz Eduardo Castro
Ginete: Raul Lima
Credenciador : Guaiba (Média: 18,914)
Classificatória: Bocal De Ouro (Média: 20,609)
Nota final: 20,457



Um comentário:

SANGUE SERRANO disse...

Olá, gostaria de divulgar o trabalho do grupo de música tradicionalista SANGUE SERRANO, cujos vídeos de bailantas podem ser vistos no blog: SANGUESERRANO.BLOGSPOT.COM

Peço a ajuda dos amigos para divulgação. Abraço. Kleber Almeida.