sábado, 13 de setembro de 2008

Aprenda a jogar o legítimo truco




Truco rolando solto no Acampamento Farroupilha Foto: Eduardo Cecconi



Pues vivente, quando estiveres confraternizando numa animada roda de truco, mentindo mais que argentino na zona, e alguém vier te chamar de sedentário, responda em cima: mas truco é um esporte, tchê! Quem joga truco é legítimo desportista, mais tradicional que minâncora, embalagem de maizena, emplastro e cafiaspirina.

No Acampamento Farroupilha acontece neste final de semana o 1º Entrevero de Esporte Tradicionalista. Entre as modalidades, têm competição de truco. Tudo acompanhado de perto pelo José Esir da Rosa, o Juca, Diretor de Truco do MTG.

O MTG tem regras oficiais para duas modalidades de truco: o cego, e o de amostra. O primeiro é fácil barbaridade; já o segundo é mais complicado que receita de creme Assis Brasil. A la putcha!

No truco cego, o MTG prevê jogos apenas em trios, mas na informalidade dá para fazer "no mano" ou em duplas. As partidas são disputadas em 24 tentos. Joga-se com o baralho espanhol, desprezando-se os coringas, os 9 e os 8, fechando em 40 cartas.

Cada mão se divide em duas partes, e os jogadores recebem três cartas por rodada. Primeiro acontece a contagem de pontos (envido e/ou flor), que leva em consideração os naipes e os números das cartas, levando a uma soma.

Depois tem o truco propriamente dito, onde se confrontam as cartas numa melhor de três, levando-se em critério a importância de cartas - do Ás de Espadas (o mais importante), passando pelo Bastião (Ás Basto), o 7 de Espadas, o 7 de Ouro (as manilhas), os 3, os 2, os 1, 12, 11, 10, 7, 6, 5 e 4.

No truco de amostra, despreza-se também os Ases de Copas e Ouro, diminuindo para 38 cartas. Podem jogar de 2 a 12 jogadores, sempre em número par. As partidas são jogadas em 30 tentos. E há um ordenamento diferente na importância.

A carta mais alta é o 2, seguido pelo 4, pelo 5, pelo 11 e pelo 10. O naipe será definido pela carta de amostra. Se virar um Basto, por exemplo, o 2 Basto será o mais importante.

Oigalê vivente! Não entendeu? Não te fresqueia e entra lá no regulamento do MTG para saber tudo nos conformes. Reúne os amigos, que no truco o mais engraçado é a gritaria, o blefe, os sinais e os cantos de flor que acontecem nas partidas não-oficiais.

fonte: clic rbs

6 comentários:

Arthur Lehdermann disse...

Olá, gostaria de saber se na contra-flor o desempate é por naipes ou pelos pontos tipo invido. Grato, Arthur Lehdermann.

MUNDO GAÚCHO disse...

se empatar quem ganha é o mão !!

abraços JK

Anônimo disse...

tchê, gostaria de saber se, quando eu chamar os pontos e eu for mão e meu adversario dizer que é lixo, isso não significa que ele aceitou.certo!?
e no caso dele aceitar o envido,(quero) mesmo que meus pontos sejam menores que o dele ele deve cantar os pontos tambem.certo!?
então sempre que desafiar o adversario aceitando ele deve cantar os pontos, mesmo que ganhe.certo!?
Sendo que para aceitar qualquer desafio deve-se dizer "quero ou não quero" certo!?

abraço.

Anônimo disse...

olha anonimo se tu pede envido e ele aceita ai tu fala
ex:30 e ele pode falá somente é bom dai quer diser que tu ganho porq se ele fala digamos 27 ai tu pode se precaver pensando que ele tem um sete de ouro ou de espada ou um 5 e um 2 entendeu por isso que se ele canta ivido e ele tiver mais ponto que tu, tu só fala é bom sou Marlon Fortes de São Francisco De Assis Rio Grande Do sul

Anônimo disse...

gostaria de saber se tem o jogo pra baixar, queria jogar no meu pc sem esta on-line!

Anônimo disse...

quanto que é a soma das manilhas ?